O que as organizações estão fazendo em relação à Gestão do Conhecimento? 

Há alguns dias, Doroteo Quiroz publicou no blog da Zyncro em inglês um artigo chamado “A importância das Redes Sociais Corporativas na Gestão do Conhecimento”, onde explicava o que é a GC (Gestão do Conhecimento) e nos dava uma necessária definição do termo. Digo isto porque, apesar de que a Gestão do Conhecimento é uma disciplina fundamental para o bom funcionamento das organizações, a maioria das pessoas ainda não sabe em que realmente consiste.

Alguns acreditam que a gestão do conhecimento equivale a desperdiçar recursos; outros, que sua organização é pequena demais para aproveitar suas vantagens. Também há quem admite sem rodeios que não sabe o que é nem qual seria o resultando financeiro da mesma. Tenho algo para dizer a todas estas pessoas: qualquer empresa pode se beneficiar da Gestão do Conhecimento. Aliás, é algo que todas já “fazem” no seu dia a dia.

Pois é, estou convencida de que todas as organizações têm implementadas iniciativas e ferramentas de Gestão do Conhecimento, seja como for: reuniões periódicas para compartilhar boas práticas; “páginas amarelas” que listam as capacidades de determinados trabalhadores, comunidades de práticas, Redes Sociais Corporativas, etc.

No entanto, se o que queremos é aumentar o lucro da empresa, a chave está em considerar a Gestão do Conhecimento como uma estratégia, e não apenas como um conjunto de ferramentas e iniciativas realizadas aleatoriamente.

Em 2010 fiz um estudo que chegou aos seguintes resultados: de 220 organizações portuguesas, apenas 42 tinham um plano estratégico para a Gestão do Conhecimento, ou seja, uma estratégia específica para a gestão do conhecimento e uma pessoa contratada para esta função.

Atualmente estou fazendo novamente a mesma pesquisa para saber qual é a situação da Gestão do Conhecimento, desta vez CONTANDO COM Portugal E  Espanha.

Os dados deste estudo são obtidos através de um breve questionário online, pensado de uma forma que resulte agradável e fácil de preencher (de momento, na Espanha 55 empresas já nos enviaram a resposta, o que corresponde a 100% das empresas entrevistadas).

O questionário também foi pensado para servir como mecanismo de comunicação, já que é uma maneira de informar as organizações sobre o que é a Gestão do Conhecimento, dar-lhes ideias para implementá-la e animar-lhes a perceber que, de uma maneira ou outra, já a estão colocando na prática.

Tenho uma grande expectativa para comparar os resultados entre as organizações de Portugal e Espanha :-)

Por enquanto, das 55 empresas que participaram preenchendo o questionário na Espanha:

  • 18 contam com um patrocinador de GC dentro da direção
  • 17 designaram um responsável para as funções de GC
  • 12 contam com uma estratégia de GC
  • 10 contam com um orçamento aprovado para a GC

Das 99 empresas que preencheram o questionário em Portugal:

  • 39 contam com um patrocinador de GC dentro da direção
  • 30 designaram um responsável para as funções de GC
  • 22 contam com uma estratégia de GC
  • 18 contam com um orçamento aprovado para a GC

Se vocês têm alguns minutos, ficarei grata pelo preenchimento do questionário. Isso nos ajudará a obter resultados mais representativos, criar novas ideias, passar uns momentos divertidos e ainda traz a vocês a possibilidade de participar num sorteio de um prêmio, para agradecer o seu tempo.

Questionário para organizações na Espanha

Questionário para organizações em Portugal

Ana Neves (@ananeves) é especialista em Gestão do Conhecimento, aprendizagem organizacional, redes sociais e ferramentas sociais para organizações. É fundadora de Knowman e a mente detrás de Cidadania 2.0 e Social Now.