O futuro móvel das redes sociais corporativas: 10 chaves 

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Nota do editor: Hoje estamos contentes por poder dar as boas-vindas a uma nova colaboradora de nosso blog. Gloria Díez (@globadoo) dirige a equipe de Wamba em Londres e de aí apoia a estratégia global de marketing e desenvolvimento de negócio internacional da companhia. Morou em muitas cidades do mundo, fala 6 línguas e tem um MBA em Internacionalização de negócios. É um prazer poder contar com ela na Zyncro. Bem-vinda!

A forma de se socializar no mundo empresarial vai em direção às plataformas móveis. Como uma ferramenta a mais no mundo profissional, as redes sociais corporativas não escapam da febre portátil.

1. As redes sociais corporativas móveis já são presente. O tráfico com dispositivos móveis está crescendo em todos os tipos de redes sociais. No nosso sistema Wamba, aproximadamente 30% dos usuários se conectam através da versão para dispositivos móveis usando o aplicativo Mamba para iPhone, Android e Windows. E a tendência aumenta a cada mês. Não precisamos ir muito longe para encontrar um bom exemplo no mundo corporativo: o aplicativo móvel de Zyncro e seus aplicativos personalizados para seus clientes, como o “App on”, para a gestão móvel da equipe de vendas de Telefónica em 14 países ou o da Câmara de Comércio de Barcelona, que conecta 15.000 empresas.

2. 87% da população mundial tem um dispositivo portátil, sendo China o país do mundo com mais smartphones (246 milhões) seguido de Estados Unidos com 230 milhões. Nos últimos três anos, 300.000 aplicativos foram desenvolvidos e calcula-se que em 2017 o valor do mercado global de aplicativos será de 12 bilhões de libras. Espanha lidera a entrada de smartphones na Europa com 63%, na frente do Reino Unido (62%), da França (51 %), da Itália (51%) e da Alemanha (48 %) segundo ComScore.

3. Já estamos viciados. Nokia informou que consultamos o telefone 150 vezes ao dia, ou seja, a cada seis minutos e meio durante as horas que estamos acordados.

4. Meio natural de comunicação das novas gerações. Ou dito de outro modo: do futuro do mercado laboral. Segundo MMA España, 65% das crianças de 8 a 12 anos têm um celular, da mesma forma que 75% dos jovens com 13 a 17 anos. 45% dos usuários de redes sociais com dispositivos móveis são jovens de  18 a 30 anos, segundo IAB.

5. Grande parte do uso de Internet nos smartphones é de caráter socializador. Na Espanha, segundo IAB, 56% das pessoas que acessam redes sociais o fazem também através de seu dispositivo móvel, o que significa um aumento de 47% em um ano. Segundo Comscore, na Europa, 30 % de usuários móveis acessaram uma rede social ou blog durante o segundo bimestre do ano passado, sendo que 36% eram espanhóis.

6. Rápido crescimento da consulta do e-mail com o celular inteligente. A proporção de e-mails abertos em dispositivos móveis alcançou 41% na segunda metade de 2012 e vai encaminhada a superar a dos computadores de mesa já no final deste ano.

7. O efeito “Double Screen”. Os dispositivos móveis se transformaram em um pequeno momento kit-kat para tirar os olhos do computador. E quem não tenha consultado o celular no trabalho “umas duas vezes”, que jogue a primeira pedra (ou jogue fora seu velho celular, deixe de se fazer de difícil e compre imediatamente esse smartphone).

8. Conforto e autonomia. Para os colegas que passam o dia de reunião em reunião, ou para esse detalhe de última hora que nos lembramos em plena fila do cinema. O contato usando o celular inteligente é cômodo, sempre acompanha o usuário e não precisa necessariamente de uma rede wifi.

9. As possibilidades de geo posicionamento. Sem dúvida, o maior benefício adicional de um celular inteligente na hora de se socializar é a possibilidade de localizar outras pessoas ao seu redor. Os serviços de localização possibilitam saber onde está um colega na rua antes de ir a encontrá-lo; receber avisos quando o amigo que você está esperando voltou para o seu escritório; saber onde está a showroom que seu colega está documentando com fotos ou ver de qual das filiais da sua multinacional um colega de trabalho, que você nunca viu pessoalmente, está atualizando a informação. O geo posicionamento também aparece como nova ferramenta de utilidade na gestão de recursos humanos.

10. Será que os dispositivos móveis substituirão o computador no mundo profissional? Apesar de estar no auge, parece pouco provável que a comodidade de um computador de mesa possa ser substituível em qualquer ocasião. No entanto, em trabalhos de distribuição logística ou de vendas, o efeito poderia ser mais do que notável.