Actualizações de RSS Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Lluis Font 2:00 pm em 23/07/2012 Permalink | Responder
    Tags: ,   

    Será Yammer a solução para as grandes e médias empresas? 

    Tempo estimado de leitura: 5 minutos

    Leitura indispensável para CEO & CIO.

    Sei que este artigo causa polêmica, mas ele somente quer mostrar um aspecto da realidade que os meios de comunicação não estão refletindo.

    Apesar da mediática compra de Yammer pela Microsoft, muitas perguntas continuam sem resposta aparente em relação ao modelo de eleição e instalação da ferramenta nas grandes e médias empresas.

    Vamos analisar rapidamente os aspectos mais controvertidos do modelo de negócio de Yammer:

     

    Eleição

    Qualquer trabalhador de uma empresa pode começar a usar Yammer e criar uma conta corporativa simplesmente usando sua conta de e-mail de empresa. Ou seja, é possível montar uma rede social paralela à rede social ou intranet da empresa. O que ocorreria quando a empresa decidisse controlar esta rede por motivos evidentes, como o valor da informação contida, ou remover o acesso de algum trabalhador devido à sua saída da empresa para a concorrência? Pois simplesmente a empresa teria que pagar a Yammer para poder tomar o controle da Administração. Sinceramente, para mim, algo ao limite da ética.

    Exploração

    Yammer de momento apenas funciona na nuvem, coisa que é muito positiva para companhias pequenas e médias sem problemas de concorrência, segurança e que não tenham que cumprir com as estritas medidas de tratamento de dados pessoais existentes na Europa. Para completar, como empresa norte-americana, Yammer deve cumprir com o Patriot Act, isto é, o governo dos Estados Unidos poderia aceder aos dados da empresa contidos na Yammer. Estes dois aspectos são especialmente críticos para empresas Europeias. De fato, os departamentos legais de muitas corporações exigem que os dados estejam alojados na Europa, em servidores de companhias Europeias, para cumprir com as leis de proteção de dados e evitar a Patriot Act.

    Branding

    Apesar da mensagem comercial de Yammer sugerir que o produto é totalmente personalizável, esta não é a realidade. Sempre aparecerá o nome de Yammer em algum lugar e não será possível modificar da nossa maneira o look & feel, nem modificar os menus, acarretando uma pior experiência de uso.

    Dados

    Meus dados não são, na realidade, meus! No meu ponto de vista, este é um dos piores aspectos: nas experiências pilotos que fizemos de migrar os dados de Yammer e poder replicar sua informação em outro entorno, os resultados foram desastrosos. Primeiro, não é possível fazer um backup de seus dados sem pagar por isso; segundo, em muitos casos não foi possível migrar os arquivos anexos às conversas; e terceiro, é muito difícil recuperar a estrutura de grupos e conversas porque o sistema de apontadores do backup está mal programado.

    Resumindo, fácil de entrar (porque muitas vezes a empresa não se mete por vontade própria) e difícil de sair, mesmo pagando. A tendência atual é que as Redes Sociais Corporativas se convertam em potentes repositórios de conhecimento das empresas, este conhecimento é um dos ativos intangíveis mais valiosos das organizações do século XXI e não podemos deixá-lo nas mãos de terceiros sem as mais básicas medidas de segurança.

     

     
  • Lluis Font 2:00 pm em 04/07/2012 Permalink | Responder
    Tags: , ,   

    Reflexões de Zyncro sobre a compra da Yammer por Microsoft 

    Tempo estimado de leitura: 3 minutos

    O fato da Yammer passar a ser parte da divisão de Office já define em grande parte o que a Microsoft tem pensado: dotar os seus aplicativos Office de uma camada social para poder competir com Google Docs… e esta visão tão “pouco social” fará que Yammer, a priori, seja uma concorrência menor para outras Redes Sociais Corporativas como Zyncro a nível de produto, apesar que fará concorrência a nível de marketing e nas contas corporativas de Microsoft.

    Na minha opinião, é possível que ocorra algo parecido ao que aconteceu com o Chatter quando foi  adquirido pelo SalesForce,  deixando de ser concorrência “pesada” a ser simplesmente a camada social de SalesForce e, desta maneira, deixando praticamente de ser nossa concorrência também.

    Será que Yammer vai seguir um caminho semelhante e será engolida pela “cultura Office de Microsoft”? Iremos observando a ordem dos acontecimentos…

    José Vicente Ruiz, VP de Zyncro México

    A verdade é que Zyncro oferece uma capacidade de customização e integração com qualquer tipo de sistema corporativo, desktop ou nuvem, em tempo e custos recordes, muito superior à fusão de Yammer + Microsoft.

    Se a este fator somamos a capacidade da Zyncro como Marca Própria; nossa disposição de trabalhar em  SaaS, Cloud Privado e Licenças; e nossa incrível flexibilidade de acesso nos dispositivos móveis (algo que MSF está muito, muito longe) estamos em uma posição de batalha favorável em relação aos mediáticos Yammer + MSF.

    Esta fusão revalida ainda mais nossa estratégia de integração com Microsoft (Sharepoint & Office), apesar de passar a ser nosso concorrente; principalmente em relação a Google, onde estamos prestes a lançar uma completíssima integração com seu suite. Nossos objetivos são claros: se possuímos uma boa integração com ambos, o valor agregado para nossos clientes atuais e futuros é enorme! Sem deixar de lado a incrível capacidade de conexão que temos com qualquer sistema corporativo ou software na nuvem. Nossos clientes decidem qual software querem usar, a filosofia na Zyncro é a de se adaptar e integrar com as soluções escolhidas pelos nossos clientes.

    Por último, lhes recomendamos a análise feita pelo autor Los lunes al sol de Genbeta sobre a compra de Yammer por Microsoft, na qual sugere a seguinte equação SharePoint + Yammer = Zyncro.

    Keep on working fast!

     

     
  • Lluis Font 9:57 am em 31/01/2012 Permalink | Responder
    Tags: , investimento, investimento da rodada,   

    A Zyncro encerra sua segunda rodada de financiamento. 


    De novo queremos compartilhar com voces as boas noticias que acompanham a Zyncro neste inicio de ano. Nesta ocasião, explicaremos que a Zyncro encerrou sua segunda rodada de financiamento no valor de 1,6 milhões de euros.

    Este número tambem nos permite continuar promovendo o desenvolvimento da Zyncro como rede social corporativa, tambem tem um valor especial que simboliza a crescente confiança de nossos investidores. E em especial, eu quero referir a Active Venture Partners, que se incorpora pela primeira vez, nesta segunda rodada, aos acionistas da Zyncro.

    Active que é uma das principais empresas internacionais  da capital de risco da Espanha, que se une a esta rodada aos socios atuais “La Caixa”, atraves do fundo Caixa Capital TiC; Cabiedes $ Partners, Perennius, Aniol e Xms, assim como a sociedade holandesa Nordhol.

    Para a Zyncro e o grupo inspirit ao qual pertencemos, o apoio de nossos investidores representa uma aprovação e um reconhecimento a boa tragetoria da empresa, que não deixou de crescer desde seu lançamento em 2008.

    Mas Tambem nos alegra muitissimo as palavras do co-fundador e socio diretor da Active Venture Partners, Richard Söderberg, que ao apreciar este investimento mencionou a Zyncro como a nova tendencia em redes sociais para as empresas seguirem no Facebook. ” A zyncro é uma referencia no conceito de Empresa 2.0 junto com a Rede social corporativa ela permite melhorar a colaboração interna e a gestão do conhecimento das companhias”, Disse Richard.

    Uma Visão com a qual estamos comprometidos 100%

    Como dizia, este novo financiamento servirá para dar um impulso as prioridades da companhia: O desenvolvimento dos produtos e a continuidade de seus processos de expansão.

    Em 2012 queremos estar mais zyncronizados do que nunca e não deixar de oferecer o melhor na nossa Rede Social Corporativa!

     
  • Lluis Font 9:09 am em 31/12/2011 Permalink | Responder
    Tags: agradecimentos, notícias   

    Agradecimentos 2011 

    Tempo estimado: Este é o maior post do ano

    A Zyncro em um ano fez uma mudança radical que não teria sido possível sem todos vocês!

    Nós passamos:

    • A partir de um compartilhamento de arquivos microblogging para uma Rede Social Corporativa para empresas e comunidades
    • Levada para 6 países (guardamos mais surpresas)
    • De 0 a mais 30 ZyncroApps e Integrações
    • De 3 a 8 línguas, e vem mais
    • De 1,3 a 3,1
    • E um produto para uma plataforma e arquitetura social para empresas

    Agradecemos ao Luís por não acreditar que somos loucos

    Adrian, por incentivar e apoiar-nos em todos os momentos

    A Didac, por sua visão e apoio com um nível de serviço de 99,9999% (às vezes dormindo , só às vezes)

    Ao Roque

    Ao Luis, Manuel, Bernat, Alexander, José, e Paloma pelos conselhos e bom senso (que valem muito!)

    A equipe Tandil que nos deu TUDO: o Guilherme por suportar o tempo todo, Nicholas, Paola, Javier, Juan Ignacio, Alexandre, Júlio e Gaston por desenvolver sempre contra o relógio, a Anahí para acreditar na usabilidade como eu; Ao Mauro, Facundo e Fernando por  um firme compromisso com a qualidade, Sergio por  abordagem de design com critério mundial e Nahuel por a sua noite sem dormir.

    De Tandil também, ao Nacho por sua paz de espírito (que a paz para todos) e sua capacidade e ao Santiago (que chega) por acreditar na Zyncro

    A Jordi, por ser tão pragmática

    Ao Oriol, por ser tão versátil

    A Ana, por  luta, luta, luta, luta …. e continuar lutando … e continua

    Ao Nuno, pela sua contribuição intelectual e social

    A Maria, por seu otimismo

    Ao Jaume, por seu bom humor e muito trabalho

    A Sali, sendo o mais sociável e eficaz no mundo com os clientes

    Ao Agostinho, por aprender de modo rápido e por trabalhar tão duro com um sorriso

    Ao Franco, pela integração e por ser tão Zyncronizado

    A Susana, por conseguir o “inconseguível” e talvez um pouco mais

    A Patricia, sendo a melhor (de longe) na organização, social e tradicional

    A Silvia e Mila, por fornecer tanto valor em tão pouco tempo

    A Carlos, por atualizar Twitter, Facebook, LinkedIn, HootSuite …

    A Lourdes, Rafa, Belém, Isabel e Jordi por controlar, financiar, informar, organizar, promover e nos pagar

    A Carles, por sintonizar o Vale

    Ao Sampi, por tornar possível a travessia do deserto e muito mais (esta é a sua casa se você ficar realmente entediado)

    A Dolors, Diana, Albert, Ana e José… startups nem sempre têm espaço para grandes pessoas como vocês

    A Zyncro México, pelo seu sucesso quase fora do avião com Juan e José que são uma frente imbatível

    A Nori, Teru e Daisuke, por crer, apostar e lutar no país do sol nascente

    A Juliana e Marcelo por Zyncronizar o Brasil

    A Robert e Jean-Michel, por lançar a Zyncro na França

    A Yolanda do Grupo Singular pelo seu know-how e por acreditar em nós

    Ao Xavier da IOR Consulting, por ensinar a ser 2.0 (depois de já ter passado dos 50)

    A Xavier OmegaPharma, por ser um CIO com visão de negócios para a excelência

    Nossos colaboradores do blog que, abnegadamente e altruisticamente, forneceram um valor intelectual brutal não só para nós, mas para todos os nossos leitores: Oscar, Ignasi, Joan, Juliana, Josep, Oriol, Nuno, Agustin, Albert, Pep, Susana, Javier, Ana Patricia, Paulo, Xavier, Francesc, James, Alexander, Didac, Silvia Silvia Marty, Diana, Tatiana, Bartolomeu, Mertxe, Maria, Pedro, José, João, Albert, Franco, Yolanda, Isabel, Joe, José e Carlos

    A Silvia “a Saladeta” por seus projetos geniais em tempo recorde

    A Barto, Toni, George e Daniel Sys & Apps, por tomar nosso mundo móvel

    Ao Santiago de Conzentra, por apoiar e acreditar

    Ao Sergio da VCS Systems, por trazer o scanner para a nuvem

    Ao Juan Mariá e Anna Maria da XMS pelo trabalho em equipe

    Ao Ciro e Rosa da Consultoria por integrar-nos com o SAP

    A Jesus, Alberto e David de  Everis, sendo visionários

    A Hotelerum e GooTaxi e por serem os melhores vizinhos

    Ao Joe, por ser tão versátil e estar em todo lugar

    Aos desse Banco tão grande e operadores de telecomunicação que não podemos mencionar o nome, que acreditaram e apostaram em nós

    A todos os clientes, que dia a dia com o seu apoio, comentários e uso do produto nos fazem melhores

    A todos os colaboradores da Zyncro que nos ajudam a fazer um sonho de Empresa 2.0: cordial, amigável, “bonita”, mais eficaz, de qualidade e de nível mundial. Certamente não mencionei os muitos que o merecem…

    Ao Adrian, Victor e Ada por sua jovialidade, alegria e amor.

    E, finalmente, Julia, por seu apoio, paciência, carinho e amor, sem vocês seria impossível para mim.

     

     
  • Lluis Font 11:08 am em 26/09/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    Gestão da Reputação Online 

    Tempo estimado de leitura: 6 minutos

    Já faz um tempo que digo que a gestão da reputação online será o grande negócio dos próximo anos. Hoje eu tenho ainda mais certeza disso, depois que na Zyncro sofremos um ataque contra nossa reputação.

    Vou explicar a história. Faz algumas semanas, com um importante cliente, decidimos fazer uma análise de segurança da nova plataforma que íamos lançar em conjunto. Esta plataforma ainda estava fora de produção aguardando o momento ideal para fazer testes de segurança intensivamente.

    Realizamos o teste e encontramos uma séria de vulnerabilidades que já havíamos detectados e corrigido em outras plataformas. Estudamos detalhadamente o que nos foi dito pela empresa de segurança, se havia mais algum erro e em 48 horas tínhamos corrigido o problema sem grandes incidentes.

    Até ai, tudo bem, mas na sexta-feira descobrimos que a empresa auditora, Internet Security Auditors, publicou um estudo em um fórum de segurança. Não dizia muito sobre a empresa. Era um relatório secreto feito de forma confidencial, essa publicação vai contra qualquer código de ética e pode ter repercussão legal. Como se não bastasse, o relatório deixa muito claro que os potenciais problemas já haviam sito corrigidos. Aqui está um link para o relatório.

    Se tivesse acabado nisso, haveria pouco mais para contar, mas então chegou a difamação online. Um de nossos concorrentes postou um artigo em um blog no Tumblr sobre isso e o publicou no Menéame. O blog se chama Segurança em Rede e o artigo critica a arquitetura da Zyncro, descreve todas as vulnerabilidades e não faz nenhuma referencia as correções que foram feitas. Este artigo no blog não permite comentários nem foi assinado, e é o único post do magnífico blog. Objetivo: denegrir a reputação da Zyncro.

    Como era de se esperar, logo a empresa e seus amigos começaram a retuitar e para expor o caso ao máximo. Lembrando que a maioria retuita sem verificar as fontes (eu também), e que poucas pessoas irão verificar a origem real da informação, muito técnica e em inglês.

    Essa técnica também teve o objetivo de obter um bom posicionamento quando se buscam as palavras “Zyncro Segurança” em sites de busca.

     

    O que fazer diante desse tipo de ataques difamatórios?

    Minha opinião é que se deve responder diretamente, segurando o touro pelos chifres, não valem respostas colaterais. Lembrei do caso da Actimel quando seus produtos foram atacados num e-mail que dizia um monte de mentiras supostamente repassadas por estudo científicos (sem citar as fontes). Acho que a empresa demorou muito para dar um resposta clara, até alguns consumidores habituais chegaram a duvidar se era verdade ou não. Essa é a força desse tipo de difamação, plantar a dúvida nas pessoas que confiam no produto ou serviço.

    Como guia de atuação, recomendo:

    1. Não responda de cabeça quente, espere algumas horas (não dias nem semanas) para pensar sobre a resposta
    2. Faça isso de forma tranquila e serena explicando os fatos com clareza
    3. Não responda com contra-ataque sem mencionar os fatos. Por exemplo, publicar hoje um artigo técnico mencionando a segurança da Zyncro não seria o suficiente, e poderia provocar mais dúvidas. Mas para os que quiserem saber mais nobre nossa segurança, segue um bom documento (que não foi escrito por nós :)): http://my.zyncro.com/files/6hs64Cg
    4. Tente não ficar com raiva, eu não consegui… Sorte que tenho uma equipe sensacional e um sócio que é mestre em pensamento positivo que me acalmaram 

    Termino lembrando que o espírito 2.0 da Zyncro faz com que tenhamos uma filosofia de transparência total em tudo. Quantos produtos na nuvem publicam suas disponibilidade e nível de serviço? Posso lhes dizem sem medo de estar sendo equivocado que poucos, nossa arquitetura técnica nos permite ter alta disponibilidade e segurança. Aos que são provedores de software na nuvem recomendo status.zyncro.com, é algo que custa pouco e da muito transparência.

     
  • Lluis Font 1:49 pm em 30/06/2011 Permalink | Responder
    Tags: , ,   

    Os erros que você não deve cometer quando implementar uma rede social corporativo 

    Apresento os dez erros que você não deve cometer quando for implementar uma rede social corporativa em sua empresa. Se você não pôde acompanhar a apresentação no ComunícaME ou se gostaria de rever os conceitos, não deixe de ler com atenção as dicas abaixo.

    ***

    1. Não envolver o CEO
    Você deixará de fora a pessoa mais interessada em que a comunicação da empresa funcione e que melhor pode liderar a rede?
    2. Não envolver os lideres de departamento
    São a chave para que a rede social inicie rapidamente, pois são os verdadeiros catalizadores da difusão da rede social em todos os níveis da organização.
    3. Liderança: este NÃO é um projeto de TI
    A tecnologia é apenas uma ferramenta. Colocar TI para encabeçar este projeto seria como colocar a equipe de mecânicos para serem pilotos de um carro de Formula 1. O motor é extremamente importante na F1, os mecânicos são a chave para ganhar a corrida, mas não são os melhores pilotos.
    4. Seleção – continua não sendo uma tarefa para TI
    Os diretores de tecnologia verificam a segurança do produto, o nível de serviço da plataforma e a capacidade de adaptação do produto, mas não escolhem os produtos – para isso existem as frentes de negócio.
    5. Paralização para análise
    Não é uma decisão tão complicada, só é preciso avaliar os riscos e minimizá-los. Um projeto piloto fornecerá mais dados para tomar a decisão correta do que uma sala de reunião com 6.000 cabeças pensando.
    6. Começar com todos os membros da organização
    A melhor forma de iniciar uma rede social corporativa é por um processo de aproximação sucessiva. Primeiro um departamento, depois outro….e assim sucessivamente até englobar toda a empresa.
    7. Quero, quero, quero: o excesso de “pedidos”
    Apenas 20% das funcionalidades de um produto são efetivamente utilizadas. Não deixe que o excesso de pedidos do tipo “quero que clicando em um botão o excel abra e automaticamente organizae a informação…”. Isso encarece enormemente o projeto e reduz tremendamente a usabilidade.
    8. Hiper, super mega fashion
    Adicionar um excesso de vídeos de flash, telas com efeitos visuais, botões de animação e outros “enfeites” pode ser “glamouroso” no começo, mas depois de alguns dias todos vão achar que está pesado e o uso efetivo será muito pouco.
    9. Sempre é preciso um impulso inicial
    Um dos erros mais graves, que muitos inovadores brilhantes também cometem: as redes sociais corporativas não funcionam sozinhas, principalmente no começo é necessário um impulso e uma injeção de conteúdos interessantes.
    10. Não evoluir
    Está operando e funciona. Se a deixa sem cuidados, o acesso e o uso diminuirão. O processo de adicionar conteúdos e funcionalidades de forma constante é a chave para manter a motivação. Os seres humanos são assim: precisamos de novidades e mudanças para manter o ânimo.

     

    Agora você já está avisado. Não cometa esses erros. A Zyncro te ajudará neste processo.

     

     

     
  • Lluis Font 1:19 pm em 05/05/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , , , , ,   

    Gestão 2.0: “As melhores ferramenta de produtividade em nuvem (três de três) 

    Tempo estimado de leitura: 4 minutos

    Por Ada Font

    Antes de começar a ler, lembre-se: nenhuma das ferramentas que eu recomendo serão úteis, a menos que você esteja preparado para mudar seu método de trabalho. O software de produtividade é inútil a menos que seja usado com os processos e os métodos corretos, seria o mesmo que usar uma furadeira da mesma forma que um martelo, a fim de fazer um buraco na parede, a ferramenta pode ser a melhor do mundo, mas é inútil se usada incorretamente.

    Tome Nota

    Se alguém não tomar nota do que precisa fazer durante uma reunião, começamos mal. Isso nem sempre é o caso, mas, geralmente, é. A única vez que eu não tomo notas é quando eu estou apresentando um produto para um cliente e se torna quase impossível apresentar, escutar, responder e tomar notas. Dito isto, eu saio correndo da reunião para anotar todos os temas e as sugestões e pedidos do cliente. Eu recomendo o Evernote. É excelente e ainda por cima, é grátis se você for como eu e usá-lo principalmente para as notas textuais. Eu tenho as minhas notas sincronizadas em todos os meus computadores IPAD, e iPhone organizadas por tópicos e classificadas com tags.

    Gerenciamento de Projetos

    Primeiro você precisa determinar o que você deseja controlar, tarefas simples em grandes blocos com os responsáveis claro. Por isso, eu recomendo o gerenciador de tarefas Zyncro. Se, por outro lado, seus projetos são mais complexos você precisará vincular tarefas, controle de custos, tempo e vê-los em um gráfico de Gantt, eu recomendo Basecamp ou TeamBox.

    Organizar ideias, tarefas, trabalhos e problemas

    Se você quer organizar suas ideias, não há nada melhor do que ferramentas de mapeamento da mente, eu sou um fã do Comapping apesar do seu custo. Ele permite que várias pessoas trabalhem em um mapa, ao mesmo tempo e em tempo real, pode até ser usado para preparar temas a serem tratados numa reunião, bem como mantê-los atualizados. Além disso, o MindManager oferece uma versão atualizada em nuvem, eu tentei a anterior e não funcionou muito bem, mas parece que a atual resolveu os seus problemas.

    Calendário Universal Compartilhado

    Gostaria de tornar o seu calendário disponível para os outros de uma maneira segura e sem ter que se preocupar com o que tecnologia está sendo usada pelos outros? Tente o Tungle ou o Doodle.

    Trabalho em equipe

    Se o que você quer é um ambiente de trabalho que lhe permite trabalhar em equipe (incluindo sincronização) e criar todos os tipos de grupos de trabalho com pessoas externas e internas, então, é claro, eu só posso recomendar Zyncro.  Além da nova ZyncroApps também integrar o seu software de produtividade favorito. A Zyncro nunca vai estar na corrida para ter o melhor gerenciador de projeto ou o melhor gerenciador de notas, mas podemos integrar o melhor software para que você possa trabalhar com o que você preferir.

    Qual é o software que você gostaria que fosse integrado com Zyncro? Todos os seus comentários são como presentes para nós :)

     

     
c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar