Actualizações de RSS Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Maria Ripoll Cera 9:00 am em 13/06/2012 Permalink | Responder
    Tags:   

    Colaboração de relações virtuais 

    Tempo estimado de leitura: 4 minutos.

    O Social Media demostra que em colaboração, as coisas têm melhores resultados. Como humanidade, estamos aprendendo a lidar com a horizontalidade, isto é, que a extensão de uma equipe não vai para cima ou para baixo senão para profissionais com os quais estamos unidos em uma relação virtual. E que nossa forma de pensar, somada à uma coletividade, se converte em algo maior chamado inteligência coletiva, com instinto, perspectivas e capacidade de ver a longa distância. A comunidade parece ser outro valor que nos faz crescer no século XXI.

    Formar parte de conversas sociais digitais é uma oportunidade individual e coletiva para modificar sistemas. Quem dera que os grandes sábios tivessem se equivocado interpretando as Profecias de Nostradamus e estas se referissem ao fim do mundo por ele conhecido! Como em toda terra prometida, o brio e a forma de atuar de cada uma das pessoas que estão na Internet lhe vai dando forma, especialmente em uma sociedade conectada as 24 horas, e o fato que isso seja feito em grupo lhe outorga poder.

    Colaboração para criar

    Por isso Skolti escolheu a colaboração para seu experimento nº 7, pois o objetivo era grande: ser o primeiro Sant Jordi virtual (em referência à festa do dia de São Jorge, na Catalunha). Skolti é uma empresa de consultoria de social media que nos proporciona a cada certo tempo um experimento gratuito para ser utilizado pelo setor ou para aproveitar as possibilidades de um canal em benefício da sociedade. Algumas das suas propostas se somam ao impulso de uma segunda fase do Social Media: a de analisar os dados públicos que geram os indivíduos e governos. Os prognósticos a partir dos comentários e sentimentos dentro das redes sociais é uma das áreas emergentes.

    O experimento de Sant Jordi tinha uma meta: tomar o pulso digital ao tradicional dia de Sant Jordi, no qual as pessoas acudem às Ramblas das quatro capitais da Catalunha a comprar livros e rosas. O avanço em matéria de geolocalização e o uso cada vez mais massivo de twitter e de canais de imagens fazem com que isso seja possível. No entanto, foi a convergência de colaboradores o que realmente lhe deu profundidade. A participação de uma organização como Media140, que tem o objetivo de aproximar as novas tecnologias à sociedade, contribuiu para dar um enfoque social ao projeto, dando espaço para novos escritores autopublicados, ao livro digital e, definitivamente, à realidade de um setor em plena revolução. Designers e programadores “provocaram” o twitter para saber até onde ele pode chegar. Uma equipe de relações públicas, por último, conseguiu que, em 2012, Sant Jordi passasse a ser http://www.santgeordi.net.

    O auge da colaboração é possível, em grande parte, graças à criação de ferramentas como Zyncro, que formam verdadeiras comunidades de trabalho e aprendizagem.


     
  • Maria Ripoll Cera 11:00 am em 19/04/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , , jornalismo, ,   

    Barcelona Media140: inovação organizacional 

    Tempo estimado de leitura: 4 minutos

    Barcelona Media140 foi realizada nos dias 13 e 14 de abril, um evento internacional organizado em diferentes cidades, a fim de explorar as tendências e focando no Jornalismo e Novas Tecnologias, em Barcelona. Seu objetivo foi investigar, debater e oferecer informações sobre novas tecnologias que podem melhorar o jornalismo de hoje com mais de 30 palestrantes internacionais participando e contribuindo com suas experiências práticas em suas determinadas áreas.

    Além disso, o que é interessante sobre o evento é a sua organização. O rótulo Media140 é executado por Ande Gregson, que procura um gestor local para cada edição. O diretor de Barcelona foi um jornalista chamado Mónica Garriga, que tinha o conhecimento necessário para formar uma disciplinadora, multi voluntária e bem conectada equipe de desenvolvimento e de cobertura.

    É cada vez mais comum para esse tipo de eventos conta com a participação de comunicadores ativos que fornecem transmissões ao vivo através de redes sociais com o objetivo de compartilhar conhecimento. No Media140 BCN 2011, Carolina Gaona, fundadora do conteúdo de baixo custo Sonaratv produtora e organizadora da equipe de comunicação, foi um passo além: convidar os próprios palestrantes e os participantes para se tornarem a equipe de edição ao vivo para o blog do evento. Media140 BCN se baseia em três áreas de exploração: Filosofia, empreendedores e Criativo, e outra área de ação, e que tem sido possível cobrir quase por completo graças à fórmula Carolina.

    A exposição também foi capaz de oferecer a iniciativa inovadora Comunicaos e suas plataforma Vudeo: três câmeras para três voluntários sob a instrução de  gravar a sua experiência do evento. Um vídeo de momentos selecionados das três gravações foi utilizado para o encerramento de Media140 Barcelona reforçando um dos debate-chave e mensagens das palestras: o espaço deve ser aberto para novas técnicas narrativas sem perder a função fisaclizadora do jornalismo nem o rigor ou veracidade das informações.

    Em modelos de negócios Barcelona Media140 têm sido explorado para manter a função do jornalismo (que se tem insistido em que o controle seja adquirida junto com a independência dos meios de comunicação para o qual o trabalho é realizado), novos canais jornalísticos como o Facebook, fórmulas, tais como análise de dados com acesso gratuito a ferramentas de informação e geração de interferências em tempo real tem sido debatidos no seio da profissão e as tecnologias com as quais o jornalismo está já a desenvolver novas experiências têm sido demonstradas passo a passo.

    Ferramentas como a Zyncro tem a oferta necessária para as organizações de hoje. Um espaço no qual as conversas podem ser realizadas em tempo real, os debates têm lugar, a partilha de documentos sincronizados vai reformular o setor de eventos profissionais, na medida em que, mesmo a partir de hoje, seria interessante realizar um congresso sobre a organização de eventos em tempo real  com streaming e redes sociais. Quem eatá disposto a isso?

    Mais informações sobre o Media140

     

     
c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar